CARNAVAL COM BEBÊ, NO RIO QUENTE RESORTS

Fugindo do Rio, no carnaval, com um bebê de 1 ano. Moramos no Rio de Janeiro, a cidade do carnaval, desde 2013. Muitos devem pensar: “Que maravilha! Devem ir muito à praia, festar muito no carnaval…”. Ledo engano! Eu estudava muito até pouco tempo atrás (era concurseira) e meu marido fazia mestrado, logo aproveitávamos o carnaval pra estudar.

Depois veio o Arthur, ele nasceu em janeiro de 2018, e no primeiro carnaval ficamos em casa, quietinhos, curtindo muito ele, mas…como moramos em Copacabana, não podíamos nem sair na rua pra dar uma volta com ele, pegar um sol, almoçar fora, devido à quantidade de foliões pelas ruas, barulho, bagunça, enfim, um caos. Sendo assim, prometemos a nós mesmos que no próximo carnaval iríamos viajar com ele, já que ele teria uma idade boa pra passear (1 ano).

À vista disso, começamos a pesquisar destinos legais no carnaval com bebê. Pesquisamos muitos resorts, hotéis fazenda, tanto no Brasil, quanto na América do Sul, Caribe…e eu não fazia ideia de como era caro viajar no carnaval. Sempre tínhamos viajado fora dele.

Começamos a nossa busca para o carnaval de 2019 no mês de outubro de 2018, na esperança de fazermos uma boa escolha com o melhor preço. E bingo!!! Conseguimos!

Leia também: SALTA COM CRIANÇA: COMO IR E O QUE FAZER

Sempre tivemos vontade de conhecer o Rio Quente, em Caldas Novas, Goiás. Mas, no início, nem tínhamos cogitado, pois achávamos que seria muito caro, igual aos resorts que estávamos olhando e que também poderia estar muito cheio no carnaval.

Foi quando meu marido entrou no site para olhar os preços e ficamos surpresos com uma promoção. Ficamos namorando o site por uma semana e depois vimos que no booking estava um pouco mais barato do que no próprio site. Tivemos sorte de nos organizarmos com antecedência, pois depois as tarifas aumentaram bastante.

Agora a dúvida era: qual dos 3 hóteis dentro do complexo escolher. O Hotel Pousada, era o menos caro e fica coladinho do Parque das Fontes, que é aberto 24 horas. O Hotel Turismo também fica perto dos parques, mas era um pouco mais caro. E o Hotel Cristal, é lindo, mais luxuoso, com piscina de borda infinita, fica mais afastado e um pouco mais caro. Pra ir no Hot Park e Parque das Fontes teríamos que pegar o ônibus do hotel.

Depois de muito refletir, decidimos ficar no Hotel Pousada, por ser o melhor localizado, preço menor e próximo dos parques. O café da manhã e almoço estavam inclusos.

Compramos a passagem aérea Rio-Goiânia, com conexão em SP. De Goiânia até Caldas Novas fomos de carro. Fechamos o transfer com uma empresa de turismo local. São 2 horas de carro, de Goiânia até o complexo de hotéis Rio Quente, por uma estrada que não é lá tão boa. Mas foi tudo muito tranquilo. O Arthur dormiu a viagem toda, o motorista já estava lá nos esperando e dirigia com segurança.

Quando chegamos lá já era fim de tarde e fomos muito bem recepcionados. Deixamos as coisas no quarto e queríamos ir logo conhecer as piscinas. Porém…estava chovendo! Choveu praticamente todos os dias do carnaval, com alguns momentos isolados de sol. Mas isto em nada atrapalhou. Juro!!! Acho que o tempo chuviscando e nublado foi até melhor, pois assim não precisávamos fugir do sol nos horários mais quentes. A água lá é tão quente, as piscinas são tão lindas que aproveitamos muito.

O hotel estava lotado de casais com filhos. Zero bagunça de foliões jovens! A comida do café da manhã e do almoço eram muito boas. O restaurante era bem espaçoso. Só no Domingo de carnaval que encheu mesmo e tinha um pouco de fila. Mas nos outros dias foi muito tranquilo.

O complexo tem todo tipo de piscina, para todos os gostos. Qualquer um se diverte lá. A piscina de bebês é maravilhosa, com todo tipo de brinquedos para os pequenos.

Teve também bailinho de carnaval para os pequeninos, com concurso de fantasias. Bem divertido!

O único porém foi o tamanho do quarto do Hotel Pousada. Achamos bem pequeno. Por ser o Hotel mais antigo dos 3, ele não é o mais confortável.

No último dia, fomos conhecer a piscina de borda infinita do Hotel Cristal. Todos que estão hospedados em um dos três hotéis podem frequentar as piscinas um dos outros. O Cristal tem a arquitetura bem mais moderna, sofisticada, quartos amplos. É infinitamente mais requintado e mais reservado.

Com certeza voltaremos mais uma vez ao Rio Quente para ficarmos no Hotel Cristal, fora da alta temporada.

O Arthur amou demais. Ele ficava eufórico e os olhinhos dele brilhavam só de chegar perto da água. A felicidade dele era contagiante e estava estampada no rosto o tempo todo. E o melhor de tudo, era deixá-lo brincar à vontade na água termal quentinha, corrente e sem cloro.

Esse foi o primeiro de muitos passeios que ainda virão. Minha maior curiosidade é saber quais serão as lembranças que ele levará deles. O que ficará na sua memória? Confesso que esse foi o meu ‘start’. Relatar e deixar tudo registrado para que um dia ele possa ler e reviver essas memórias.

Com carinho, Pati!

@patriciakoch


Conheci a Pati à pouquíssimo tempo, e logo de cara me identifiquei com o seu perfil! Por que será, né?

Catarinense, ela mora no Rio de Janeiro desde 2013, casou e teve o pequeno Arthur. É apaixonada por viagens e adora compartilhar as fotos de suas viagens com o pequeno, e vou te contar…elas são de tirar o fôlego!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *